Caro candidato, o investimento desse Curso será útil para toda sua vida pessoal e profissional.

É fundamental uma excelente preparação para se fazer uma boa Prova Oral!
Aguardamos seu pedido para as melhores técnicas para tornar realidade esse Grande SONHO de Vida.

VER MAIS DICAS RELACIONADAS >

ARTIGOs:




Curso Preparatório para promotor de Justiça ao MP/MG - Prova Oral


Prova Oral MPMG



 



 





Curso Simulado dias 14 e 15 e 10 de outubro 2017 (Sábado e Domingo) com Prof. Acácio Garcia - Hotel  Av. Afonso Pena

Será um GRANDE REPASSE JURÍDICO - Reta Final , além das técnicas de Oratória e de Equilíbrio Emocional e especialmente, de RELAXAMENTO, preparatório para a Oral!

Turma pequena ! (Máximo 12)


INSCRIÇÕES: (48) 99914 3689 - 3225 2337 ou pelo site: www.ProvaOral.com.br ou Contato@AcacioGarcia.com.br

Obs. Favor levar o "Vade Mecum"

Programação:

1. ORATÓRIA - (Voz, Dicção, Impostação e Respiração Correta - Gestos e Postura - Naturalidade - Interação com a Banca Examinadora)

2. PSICOLÓGICO - (Calma, Equilíbrio Emocional, Técnicas para eliminar: Gagueira, Vermelhidão, "branco", sudorese e Taquicardia - Como agir se houver hostilidade pela Banca)

3. SIMULADOS JURÍDICOS - (Serão 6 Simulados sobre todas as disciplinas para cada participante , nos moldes da Oral do MP/MG - Serão repassados aproximadamente 1.680 perguntas com respostas fundamentadas)

4. Dicas sobre etiqueta, Vestimentas para a Prova, Cabelo e ornamentos. e falaremos s/ a ENTREVISTA e o PSICOTÉCNICO)

Até lá!  Iniciaremos as 8 horas e vamos até as 19h!

Obs.: Você irá receber:
1. Livro: COMO PASSAR NA PROVA ORAL
2. Livro: PROVA ORAL - 3.500 Perguntas com Respostas fundamentadas sobre 20 disciplinas.
3. Pendrive das Gravações corrigidas
4. Certificado registrado do Curso Preparatório para Oral do MPMG.

Acácio Garcia -
* 26 anos de experiência em Provas Orais pelo Brasil
* Procurador Federal
* Mestre em Oratória
* Formado pela ESMESC - Escola Superior da Magistratura de SC
* Especializações em Neuro Psicologia e Psicopedagogia
* Palestrante Motivacional Internacional
* Terapeuta PNL para Concurseiros




















Prova Oral



provaoral.com.br











Prova Oral MP/PR para Promotor de Justiça Substituto do Paraná

Agende-se para a Reta Final da Prova Oral !

Um Grande Repasse Jurídico com técnicas de Oratória e de Equilíbrio Emocional, com o Prof. Dr. Acácio Garcia , em Curitiba - Dias 7 e 8 de outubro.   (Sábado e Domingo)

Cada Participante passará por 6 a 7 Simulados !!!

Turmas Pequenas! máximo 12 Candidatos!   Inscrições: Contato@ProvaOral.com.br   ou www.ProvaOral.com.br  - (48) 99914   - 3689

Parabéns a todos os APROVADOS nas Provas escritas, rumo à Prova Oral !

De todas as Provas do Certame ao MP/PR, a Prova Oral é aquela que exige muita técnica e preparação.

Por quê?

Porque durante todo o período da Faculdade, aprendemos a ler, ouvir e escrever. Não nos ensinam a falar em público a transmitir os nossos conhecimentos. Daí,  ocorre o nervosismo, a ansiedade, a gagueira emocional, o vermelhidão e o famoso “branco”.   Estamos diante do maior medo da humanidade:

O medo de Falar em Público!

Numa pesquisa norte americana esse medo ficou em primeiro lugar, enquanto o medo da morte ficou em sexto lugar!

Por essa razão, seguem

Algumas Dicas importantes para a ORAL:

  1. Calma, tranquilidade e equilíbrio emocional são 70% para a APROVAÇÃO;

  2. A boa respiração diafragmática para se obter uma voz alternada, firme e clara;

  3. Gestos e Postura naturais;

  4. Uso correto do vernáculo;

  5. Interagir com a Banca Examinadora seguindo uma linha de raciocínio correta;

  6. Respostas completas! – evitando as monossilábicas e os longos “chutes”;

  7. Dominar muito bem as disciplinas do Edital.

  8. Ensaiar e treinar a oralidade persistentemente através de SIMULADOS gravados, assistidos e corrigidos!


O IMCEV – Instituto especialista em Provas Orais, através dos Professores Acácio Garcia e Daniel Piccoli Garcia, ministrará dia 2 e 3 de setembro, um Curso Preparatório à Oral do MP/PR (Promotor de Justiça Substituto), Focando nas dicas citadas.

Nas últimas Provas Orais do MP/PR, todos nossos ex-alunos, agora Promotores de Justiça, elogiaram muito o Curso!

Sinta-se Convidado a participar ativamente desse treinamento presencial!

INSCRIÇÕES: (48) 99914 3689  -  contato@AcacioGarcia.com.br  - www.ProvaOral.com.br

Obs.: Caso não seja possível o curso presencial, em razão da distância, atendemos através do SKYPE.

Boa Sorte em sua Prova Oral!

Acácio Garcia

  • Professor de Prova Oral e de Oratória às carreiras jurídicas

  • Procurador Federal -  Escola Superior da Magistratura de SC

  • Palestrante Motivacional e Terapeuta PNL

  • Especializações em: Neuro Psicologia e Psicopedagogia

  • Autor de 10 livros, entre eles: Como Passar na Prova Oral; 2. Prova Oral – 3.500 Perguntas com respostas fundamentadas; 3. Como Falar em Público com Naturalidade; 4. A Boa Comunicação no dia a dia; 5. Falando em Público com autoestima; Fuja do Estresse e da Depressão! Relaxe com autoestima. 6. Fuja das pessoas negativas! e afaste-se dos fatos negativistas.

PROVA ORAL para Promotor de Justiça de Roraima

Curso Preparatório à Prova Oral e Prova de TRIBUNA ao MP/RR  (Promotor de Justiça Substituto)

Cada participante passará por 6 (seis) SIMULADOS sobre cada disciplina do Edital.

O Objetivo desse Curso é prepará-lo nas seguintes áreas:
- Equilíbrio emocional
- Oratória, Gestos e Postura, Dicção e Tonalidade da Voz
- Um grande repasse jurídico das disciplinas do EDITAL

A cada simulado, você receberá um FEEDBACK e a gravação das filmagens.

Conforme Edital:

A prova oral valerá em seu conjunto 10,00 pontos e versará a respeito das disciplinas:

Direito Administrativo
Direito Constitucional
Direito Civil
Direito Processual Civil
Direito Penal
Direito Processual Penal
Direito Tributário
Direito da Criança e do Adolescente
Direito do Consumidor
Direito Eleitoral
Direito Ambiental
Direito Agrário
Direito Empresarial
Legislação Extravagante
Legislação do Ministério Público
Língua Portuguesa

Na avaliação da prova oral, serão considerados o domínio do conhecimento jurídico, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo.
Será eliminado o candidato que obtiver nota inferior a 6,00 pontos na prova oral ou que não comparecer para a realização da prova.

A prova oral terá duração de até  30 minutos, tempo em que o candidato deverá responder as arguições das bancas examinadoras.
Cada examinador atribuirá nota na escala de zero a dez.

Por ocasião da realização da prova oral, todos os candidatos deverão apresentar-se adequadamente trajados, sendo que os candidatos do sexo masculino deverão apresentar-se obrigatoriamente usando terno e gravata.
A nota final na prova oral será o resultado da média aritmética simples das notas atribuídas pelos examinadores.

DA PROVA DE TRIBUNA

Serão convocados para a prova de tribuna os candidatos não eliminados na prova oral.
A prova de tribuna será obrigatória e de caráter classificatório, com objetivo de aferir a capacidade de exposição oral do candidato, será pública e valerá
5,00 pontos.
Serão avaliados os seguintes quesitos durante a prova de tribuna: articulação do raciocínio, convencimento da argumentação, poder de síntese, emprego de linguagem técnico jurídica, uso correto do
vernáculo, postura e dicção do candidato.
A nota de cada examinador será atribuída em uma escala de zero a cinco

Organize um Grupo em sua cidade, nós iremos até você.

O ideal é o Curso Simulado presencial, aonde você será corrigido, porém, caso não seja possível, ministramos o Curso via Skype.

Obs.: Vc receberá os livros dos Professores Acácio e Daniel Piccoli Garcia: "COMO PASSAR NA PROVA ORAL"   e "PROVA ORAL - 3.500 PERGUNTAS À PROVA ORAL".

Boa Sorte!
Entre em contato conosco!
contato@AcacioGarcia.com.br
(048) 99914 3689
www.ProvaOral.com.br
 

Devo responder logo em seguida à pergunta do examinador?

Em nossos cursos simulados à Oral, treinamos nossos candidatos a aguardar um segundo antes da resposta. Esse espaço não é grande e passa ao examinador um ar que você é organizado e pensa no que vai dizer.

Responder de pronto ligando o final da pergunta do examinador ao início da sua resposta parece diálogo de novelas, e a Oral não é uma novela, ela é o resultado de muito esforço nos estudos, muito investimento nos cursos preparatórios, livros e muita dedicação para tornar realidade a profissão que aspiras. Mesmo que você domine bem o assunto, aguarde esse espaço curto de um segundo.

Ele é o tempo suficiente para a organização correta do conceito. Como já dissemos anteriormente, a mente humana corre a uma velocidade de 500 a 800 palavras por segundo, vale dizer, é o espaço suficiente para usar a respiração adequada pelo diafragma, enchendo os pulmões de ar, ao mesmo tempo oxigenando o cérebro, que necessita de quase todo oxigênio do corpo, para a elaboração de uma resposta adequada e completa à pergunta.

Essa resposta deve ser ajustada ao domínio que tens sobre o assunto e a chance que o examinador te deu para respondê-la.

Posso repetir toda a pergunta que me foi feita pela Banca?

Alguns candidatos gostam de repetir toda a pergunta que lhe foi feita, para em seguida elaborar a resposta. Essa técnica embora não seja a correta e não é indicado fazê-la para todas as perguntas, é válida para aquelas respostas que necessitam de mais alguns segundos para respondê-la. Pois, repetindo a pergunta, evita aquele vazio silencioso semelhante ao “branco”.

As respostas devem ser curtas ou longas?

Elas vão depender do conteúdo do assunto e também do seu conhecimento sobre o tema. Se você não possui um embasamento aprofundado no que lhe foi perguntado, querer improvisar o que não domina poderá levar a contradições. Nessa hipótese, seja mais breve.

Se realmente domina a questão, sua resposta poderá ser mais longa.

Por exemplo se a Banca lhe propor: “Candidato, vossa senhoria, poderia me dissertar sobre os tipos e modalidades de licitação?” – Você vai iniciar explicando a diferença entre tipos e modalidades, iniciando pelos tipos que são: 1. menor preço, 2. melhor técnica e 3. menor preço e melhor técnica e em seguida, você irá falar sobre as modalidades: concorrência, tomada de preço, carta convite, leilão, concurso e pregão judicial;

Em outras palavras, as respostas não devem ser monossilábicas (SIM ou NÃO) e nem tão longas para ganhar tempo, a Banca em descobrirá em seguida a sua artimanha, interromperá e fará uma nova pergunta. As respostas deverão ser claras, completas e objetivas. Evite divagar, esticar ou, ainda pior, “chutar”, enrolando a Banca Examinadora.
 

A técnica correta para responder às perguntas é olhar para o examinador que questionou em tom coloquial e com naturalidade. Olhando nos olhos você transmitirá confiança.

Evite olhar o tempo todo para o teto, para o lado ou para baixo, demonstrando total timidez ou medo. Lembre-se do fundamental: respeito pela banca, sempre! – medo da Banca, Nunca.

Se precisar desviar o olhar para cima, como é natural quando estamos pensando, é permitido, mas em seguida retorne-o ao examinador.

Eu sou muito tímido e não consigo olhar nos olhos do examinador. Para onde olho?

Nesse caso treine com familiares olhando um pouco acima dos olhos no centro da testa, aos poucos você vai dominando a timidez e conseguirá olhar nos olhos dele.

Por que olhar nos olhos do examinador é importante?

Porque quando você responde a uma pergunta olhando nos olhos da Banca, passamos confiança e firmeza no que estamos dizendo. Além disso, olhando nos olhos do examinador poderemos sentir por suas reações faciais se as respostas deverão ser mais longas, mais curtas ou mais elaboradas.

Como devo proceder se a Banca me hostilizar?

Mantenha o equilíbrio emocional. Chorar ou cair em prantos, diante de uma simulada hostilidade pela Banca, demonstra total fragilidade. A Banca está lhe testando sua capacidade de agir ante uma pressão psicológica.

Nessas circunstâncias de hostilidade, durante à arguição, não demonstre contrariedade ou nervosismo lembre-se da respiração pelo diafragma. Quando você respira, envia oxigênio para o cérebro e, oxigenado, ele processa melhor a saída equilibrada dessa situação. Sinta seus pés no chão e escute bem sua voz para não dizer nada sem nexo e ofensivo.

Acalme-se! Respire pelo diafragma, solte a respiração tranquilamente pela boca, estampe um semblante alegre e natural, como se nada tivesse ocorrido.

E se eu não entender a pergunta do examinador?

O candidato deverá olhar atentamente para o examinador colocando foco na pergunta, se por acaso, esta for confusa ou prolixa, delicadamente peça para que sua excelência repita a pergunta.

Não aconselhamos que o candidato peça para reformulá-la, esta palavra soa pesada e nos dá a impressão que estamos chamando a atenção do examinador, dizendo nas entrelinhas que ele não tem técnica e que é confuso na pergunta.
 

  • Calma, tranquilidade e equilíbrio emocional são 60% da aprovação;

  • Seja simpático e agradável! Sorria!

  • O semblante do seu rosto deverá ser natural, aquele de quem está de bem com a vida;

  • Não antecipe o mau-humor pelos erros que ainda não ocorreram;

  • Fale com naturalidade, interaja com à Banca Examinadora, porém mantenha o tom de respeito, jamais de medo;

  • Alterne a voz, fale com fluência, firmeza, boa dicção e desenvoltura;

  • Demonstre e valorize essa oportunidade ímpar de sua vida em estar na Oral;

  • Responda às perguntas com naturalidade, olhando para o examinador;

  • Escute a sua própria voz quando estiver respondendo as perguntas;

  • Evite olhar para o chão ou para o teto, não desvie o olhar, isso demonstra insegurança e timidez;

  • Use o queixo na posição horizontal, postura de campeão vencedor;

  • Controle o nervosismo dos pés, coxas e mãos;

  • Evite os termos maneirismos: “acho que...a gente...né...tá...daí...éh...ih...certo...assim oh...eu gostaria...”

  • Use: Vossa Excelência e não: tu, você, senhor, doutor, desembargador e outros inadequados;

  • Se não souber a resposta, não “chute”, não peça desculpas, perdão. Diga: “Não me recordo Excelência” ou “Vossa Excelência poderia me dar uma diretriz”;

  • Não tente esticar a resposta se não dominar bem o assunto, você vai passar insegurança e cometer erros.

  • Não discuta com a Banca;

  • Repita várias vezes por dia: “a minha prova oral será um sucesso!”

  • Diga: “Sou inteligente e sou capaz! Eu sei! Eu quero! Eu posso! Eu faço!


Boa Sorte Candidato!
 

Orientação Individual e especializada para a Prova Oral à Magistratura e ao Ministério Público.

Se você está indo para a Prova Oral pela primeira vez, leia atentamente estas dicas que lhe ajudarão bastante.

  • Leia o Edital de sua Prova e saiba quais os requisitos exigidos pela Comissão Organizadora.

  • Faça um organograma e estude todas as disciplinas num conjunto, dando mais ênfase aos Direitos: Penal, Civil, Processual Penal e Processual Civil.

  • Chegue com antecedência ao local onde será realizado a Prova Oral e faça uma visita, se for possível, ao Salão Nobre onde será realizada a Oral.

  • Se puder, assista outras Provas de seus colegas, para conhecer como é o temperamento de cada examinador, se ele deseja respostas mais curtas ou mais longas.

  • A Prova Oral possui uma duração de 40 minutos a duas horas, dependendo de cada estado da Federação, para tanto, recomendamos exercícios físicos para lhe dar mais resistência.

  • Na Prova de Entrevista, haja com naturalidade, abandone o radicalismo e os preconceitos nas perguntas referentes ao caráter pessoal e profissional.

  • Nos Concursos para o Ministério Público, lembre-se que alguns Estados exigem a Prova de Tribuna, cuja duração varia de 10 a 20 minutos.

  • Responda às perguntas com uma voz firme e fluente, demonstrando segurança e convicção na sua argumentação.

  • Lembre-se que sua postura ereta e os gestos contam pontos na avaliação da Banca Examinadora.

  • Transmita um semblante sóbrio e simpático nas inteirações o examinador, sempre em tom de respeito.

  • Se a pergunta for difícil, ou se você nunca ouviu falar sobre aquele assunto, diga que não se recorda da resposta e solicite uma diretriz à Banca.

  • Não desanime ou fique pensativo se alguma resposta ficar em branco, vá para a próxima demonstrando entusiasmo.

  • Demonstre à Banca que você está valorizando esse momento ímpar de estar na Prova Oral.


Caro candidato, treine e ensaie o máximo que puder, o ideal é participar do Curso Preparatório para à Oral às Carreiras Jurídicas. Lá você vai passar por situações semelhantes àquelas do Exame Oral. Pessoas especializadas irão orientá-lo como proceder e como se comportar diante de situações hostis, na qual exige equilíbrio emocional.

Há uma grande diferença nas respostas da Prova Escrita comparando com a Prova Oral?

Uma resposta na Prova Oral, tecnicamente, é diferente de uma prova escrita. Nesta, você irá escrever, raciocinar, elaborar um português técnico jurídico, corrigir posteriormente se for o caso. Já na Oral, você se encontra diante do maior medo da humanidade, que foi considerado como falamos anteriormente, o medo de falar em público.

Nesse momento, a adrenalina, o nervosismo, a rigidez dos músculos faciais, a taquicardia, a gagueira emocional, a sudorese e outros sintomas similares, provocam o famoso “branco”.

O cérebro nervoso bloqueia os neurônios e não acontece a famosa sinapse instantânea, ocorrendo um vazio silencioso de dois a três segundos, provocando um desconforto psicológico ao candidato, que impotente face à perguntas simples, não sabe o que responder ao examinador.

Para encerrar essa orientação especializada individual, digo que o mais importante é praticar o relaxamento para manter-se calmo e tranquilo.

Estude com técnica e com orientadores especializados.

Agindo assim, tudo fica mais fácil,

Boa Sorte Candidato!

www.provaoral.com.br
 

 

 

O candidato deverá ir bem vestido, pois isso lhe dará segurança e autoconfiança.

Todavia, evite exageros nos excessos de detalhes em seu vestir, pois poderá desviar a atenção da Banca, centrando-o nos adornos estilísticos.

Lembre-se da higiene pessoal:

Homens: roupas e sapatos limpos, barba feita, cabelos penteados, paletó abotoado conforme recomenda a etiqueta, o último botão desabotoado. fecheclair (abertura das calças fechadas), gravatas centralizadas verticalmente, até a altura da fivela do cinto.

Mulheres: vestidos, saias com comprimentos adequados ao evento; TAILLEUR, bem como, calças e terninhos conforme o costume do Estado ou do Órgão Examinador. Evite transparências, fendas laterais ou frontais e ainda, roupas muito justas ao corpo.

A melhor técnica é você se vestir e perguntar a si mesma: Essa roupa é adequada à uma magistrada ou Promotora?

A maquiagem e acessórios discretos, tons neutros para não chamarem muito a atenção da Banca e das pessoas que estiverem assistindo a sua Prova Oral.

Escolha um par de sapatos confortáveis, pode-se usar salto alto, evite aqueles extravagantes para a noite.

Os sapatos fechados são os mais aconselháveis, pois evitam que os reflexos nervosos dos pés, apareçam, movimentando as pontas dos dedos a cada resposta ao examinador.

Uma ótima sugestão para quem é de outro Estado da Federação é consultar com amigos e amigas concurseiros daquele Estado, sobre o tipo de traje que costumam usar nas Provas Orais.

Aconselhamos usar o mesmo traje para a Prova de Entrevista, Tribuna e Psicotécnico.

Lembre-se: vá bem elegante e confortável. Esse pequeno detalhe lhe ajudará na melhora de sua autoestima.
 

 

Uma resposta na Prova Oral, tecnicamente, é diferente de uma prova escrita. Nesta, você irá escrever, raciocinar, elaborar um português técnico jurídico, corrigir posteriormente se for o caso. Já na Oral, você se encontra diante do maior medo da humanidade, que foi considerado como falamos anteriormente, o medo de falar em público.

Nesse momento, a adrenalina, o nervosismo, a rigidez dos músculos faciais, a taquicardia, a gagueira emocional, a sudorese e outros sintomas similares, provocam o famoso “branco”.

O cérebro nervoso bloqueia os neurônios e não acontece a famosa sinapse instantânea, ocorrendo um vazio silencioso de dois a três segundos, provocando um desconforto psicológico ao candidato, que impotente face à perguntas simples, não sabe o que responder ao examinador.

Posso improvisar uma resposta se eu não dominar o tema?

Improvisar uma resposta qualquer nessas ocasiões é temerário, pode-se entrar por caminhos obscuros e a emenda pode sair pior do que o soneto.

Essa situação acontece frequentemente com os candidatos que não se preparam para à Oral, acreditando que como foram bem classificados nas provas preambular e escritas, a oral é só sentar-se à frente da Banca e responder de conformidade com as perguntas solicitadas.

O “branco” ocorre até com grandes oradores, que utilizando de técnicas e recursos didáticos conseguem após a tempestade, continuar a sua apresentação e levar o barco para o porto seguro. Porém, o candidato no calor da Oral frente a grandes Juristas, não terá muita chance de enrolar, e uma péssima resposta aliada ao pânico da vergonha irá prejudicar as próximas respostas, algumas vezes simples, porém, dificultadas pelo sentimento de impotência em respondê-las, e o consequente efeito dominó do nervosismo, provoca raiva, ódio do erro anterior, que continuam martelando até a última pergunta, como se fosse um filme de terror sem fim.

Alguns candidatos que passaram por essa experiência já me confessaram que chegaram a desanimar da carreira dos concursos por vários anos, até esquecer a tragédia acontecida.

Qual a reflexão que quero transmitir a você candidato?

Eu já participei de uma Prova Oral e não logrei êxito. O que devo fazer?

Persistência! É a rainha de todas as virtudes. - Prepare-se com afinco! Ensaie! Treine! Grave sua apresentações! Participe de cursos preparatórios e de oratória direcionados à Prova Oral às Carreiras jurídicas. Conheça as técnicas para eliminar esse desconforto de ter que iniciar todo o certame novamente.

Se você já teve essa experiência amarga na Oral, procure um curso especializado nessa área: www.ProvaOral.com.br   - Não vá novamente sem treinamento para esse certame tão importante em sua vida pessoal e profissional.

Fale conosco! e Faça uma Oral sem pânico.

Um grande Abraço!

 

 

Como devem ser as respostas na Prova Oral, na Entrevista e na Tribuna?

As respostas devem ser longas ou curtas?

 

Devo responder logo em seguida à pergunta do examinador?

Em nossos cursos simulados à Oral, treinamos nossos candidatos a aguardar um segundo antes da resposta. Esse espaço não é grande e passa ao examinador um ar que você é organizado e pensa no que vai dizer.

Responder de pronto ligando o final da pergunta do examinador ao início da sua resposta parece diálogo de novelas, e a Oral não é uma novela, ela é o resultado de muito esforço nos estudos, muito investimento nos cursos preparatórios, livros e muita dedicação para tornar realidade a profissão que aspiras. Mesmo que você domine bem o assunto, aguarde esse espaço curto de um segundo. Ele é o tempo suficiente para a organização correta do conceito. Como já dissemos anteriormente, a mente humana corre a uma velocidade de 500 a 800 palavras por segundo, vale dizer, é o espaço suficiente para usar a respiração adequada pelo diafragma, enchendo os pulmões de ar, ao mesmo tempo oxigenando o cérebro, que necessita de quase todo oxigênio do corpo, para a elaboração de uma resposta adequada e completa à pergunta.

Essa resposta deve ser ajustada ao domínio que tens sobre o assunto e a chance que o examinador te deu para respondê-la.

Posso repetir toda a pergunta que me foi feita pela Banca?

Alguns candidatos gostam de repetir toda a pergunta que lhe foi feita, para em seguida elaborar a resposta. Essa técnica embora não seja a correta e não é indicado fazê-la para todas as perguntas, é válida para aquelas respostas que necessitam de mais alguns segundos para respondê-la. Pois, repetindo a pergunta, evita aquele vazio silencioso semelhante ao “branco”.

As respostas devem ser curtas ou longas?

Elas vão depender do conteúdo do assunto e também do seu conhecimento sobre o tema. Se você não possui um embasamento aprofundado no que lhe foi perguntado, querer improvisar o que não domina poderá levar a contradições. Nessa hipótese, seja mais breve.

Se realmente domina a questão, sua resposta poderá ser mais longa.

Por exemplo se a Banca lhe propor: “Candidato, vossa senhoria, poderia me dissertar sobre os tipos e modalidades de licitação?” – Você vai iniciar explicando a diferença entre tipos e modalidades, iniciando pelos tipos que são: 1. menor preço, 2. melhor técnica e 3. menor preço e melhor técnica e em seguida, você irá falar sobre as modalidades: concorrência, tomada de preço, carta convite, leilão, concurso e pregão judicial;

Em outras palavras, as respostas não devem ser monossilábicas (SIM ou NÃO) e nem tão longas para ganhar tempo, a Banca em descobrirá em seguida a sua artimanha, interromperá e fará uma nova pergunta. As respostas deverão ser claras, completas e objetivas. Evite divagar, esticar ou, ainda pior, “chutar”, enrolando a Banca Examinadora.
l: Posso citar Súmulas, jurisprudências, juristas?

Devo citar pensamentos de autores de livros ou nome juristas consagrados?

 

Dúvidas mais frequentes na Prova Oral.

  1. Quem são os membros da Banca?


É fundamental o candidato conhecer os examinadores, se ele possui obras jurídicas, artigos, jurisprudências, teses e sua posição a favor ou contra temas polêmicos ou controvertidos, tais como: liberação do aborto, casamento homoafetivos, adoção por casais homosexuais e outros.

Você, é óbvio, não precisa ficar adstrito aos seus posicionamentos, mas saiba que respondendo na linha de suas teses demonstrará que se interessou em conhecer seus trabalhos. Trata-se de um planejamento estratégico para não ir para a oral despreparado do que pensa o examinador a respeito de sua posição naquela pergunta.

  1. Devo citar pensamentos de autores de livros ou nome juristas consagrados?


A cautela nessas horas merece uma reflexão, quem está sendo sabatinado é você candidato e não os juristas, na maioria das vezes, a banca quer saber a sua posição. Mas, se houver mais de uma corrente divergente e você deseja demonstrar que estudou ambas, cite o nome do autor e da obra.

  1. Posso citar Súmulas, jurisprudências, leis e números de artigos?


As bancas costumam perguntar as Súmulas mais recentes dos Tribunais Superiores, daí a importância de estudá-las pelos números sem esquecer de citar se é do STF ou STJ.

Quanto as jurisprudências, considerando todos os nossos Egrégios Tribunais Estaduais, torna-se quase impossível citar a comarca, número e o nome do eminente Desembargador, daí o especial cuidado para dizer dados aleatórios que transmita a idéia de “chute”. Nesse caso, veja qual a posição majoritária dos Tribunais Superiores, STF e STJ a respeito dos Acórdãos.

No que tange aos números de artigos e de Leis você irá citá-los se forem muito conhecidos, ao nosso ver é mais precavido citar o nome da Lei ao invés do número, para evitar o equívoco de trocá-los. Exemplo: Diga: conforme a Lei do Código de Defesa e do Consumidor, o Código Nacional de Trânsito, o Estatuto da Criança e do Adolescente, a Lei da Falências, a Lei dos Crimes Hediondos e outras. Ao citar a Lei pelo nome fica mais elegante por extenso, evite abreviá-las. Por exemplo: Estatuto da Criança e do Adolescente e não ECA, simplesmente.

Quais são as principais dúvidas nas respostas?

Em primeiro lugar a sua resposta será fluente e correta se você dominar bem o assunto perguntado. Para isso há necessidade de ler, estudar e repetir diversas vezes até gravar automaticamente no subconsciente.
  • Curso Preparatório Simulado para Promotor de Justiça do MP/MG em Belo Horizonte Curso Preparatório ao MP/MG
  • MP/PR – Prova Oral – Curso Preparatório para Promotor de Justiça Substituto Simulados presenciais à Prova Oral MP-PR
  • Prova Oral ao MP/RR – Promotor de Justiça Substituto Curso Preparatório à Prova Oral e Prova de Tribuna
  • Como devem ser as respostas na Prova Oral, na Entrevista e na Tribuna? As respostas devem ser longas ou curtas?ArtigosProva OralSimulados
  • Para onde devo olhar quando responder à pergunta do examinador? Como devo proceder se a Banca me hostilizar e eu não souber responder a pergunta?ArtigosProva OralSimulados
  • Resumo de Dicas importantes para a Prova Oral às Carreiras Jurídicas Como ir para a Oral sem estresse e confianteArtigosProva Oral
  • Dicas de orientação Individual à Prova Oral Orientação Individual e especializada para a Prova Oral à Magistratura e ao Ministério Público.ArtigosProva OralSimulados
  • Como deverei ir vestido para a prova oral? Trajes para à OralArtigosProva OralSimulados
  • Qual a diferença da resposta na Prova Escrita e na Prova Oral? Como devem ser as respostas na Prova Oral, na Entrevista e na Tribuna?ArtigosProva OralSimulados
  • Dúvidas mais frequentes na Prova Oral Posso citar Súmulas, jurisprudências, juristas?ArtigosProva OralSimulados

produtos

adquira agora seu livro e dvd!
clique aqui

artigos

Curso Preparatório para promotor de Justiça ao MP/MG - Prova Oral
Prova Oral MPMG
 
 
Curso Simulado dias 14 e 15 e 10 de outubro 2017 (Sábado e Domingo) com Prof. Acácio Garcia - Hotel  Av. Afonso Pena Será um GRANDE REPASSE JURÍDICO - Reta Final , além das técnicas de Oratória e de Equilíbrio Emocional e especialmente, de RELAXAMENTO, preparatório para a Oral! Turma pequena ! (Máximo 12)
INSCRIÇÕES: (48) 99914 3689 - 3225 2337 ou pelo site: www.ProvaOral.com.br ou Contato@AcacioGarcia.com.br Obs. Favor levar o "Vade Mecum" Programação: 1. ORATÓRIA - (Voz, Dicção, Impostação e Respiração Correta - Gestos e Postura - Naturalidade - Interação com a Banca Examinadora) 2. PSICOLÓGICO - (Calma, Equilíbrio Emocional, Técnicas para eliminar: Gagueira, Vermelhidão, "branco", sudorese e Taquicardia - Como agir se houver hostilidade pela Banca) 3. SIMULADOS JURÍDICOS - (Serão 6 Simulados sobre todas as disciplinas para cada participante , nos moldes da Oral do MP/MG - Serão repassados aproximadamente 1.680 perguntas com respostas fundamentadas) 4. Dicas sobre etiqueta, Vestimentas para a Prova, Cabelo e ornamentos. e falaremos s/ a ENTREVISTA e o PSICOTÉCNICO) Até lá!  Iniciaremos as 8 horas e vamos até as 19h! Obs.: Você irá receber: 1. Livro: COMO PASSAR NA PROVA ORAL 2. Livro: PROVA ORAL - 3.500 Perguntas com Respostas fundamentadas sobre 20 disciplinas. 3. Pendrive das Gravações corrigidas 4. Certificado registrado do Curso Preparatório para Oral do MPMG. Acácio Garcia - * 26 anos de experiência em Provas Orais pelo Brasil * Procurador Federal * Mestre em Oratória * Formado pela ESMESC - Escola Superior da Magistratura de SC * Especializações em Neuro Psicologia e Psicopedagogia * Palestrante Motivacional Internacional * Terapeuta PNL para Concurseiros
Prova Oral
provaoral.com.br

veja

Prova Oral MP/PR para Promotor de Justiça Substituto do Paraná Agende-se para a Reta Final da Prova Oral ! Um Grande Repasse Jurídico com técnicas de Oratória e de Equilíbrio Emocional, com o Prof. Dr. Acácio Garcia , em Curitiba - Dias 7 e 8 de outubro.   (Sábado e Domingo) Cada Participante passará por 6 a 7 Simulados !!! Turmas Pequenas! máximo 12 Candidatos!   Inscrições: Contato@ProvaOral.com.br   ou www.ProvaOral.com.br  - (48) 99914   - 3689 Parabéns a todos os APROVADOS nas Provas escritas, rumo à Prova Oral ! De todas as Provas do Certame ao MP/PR, a Prova Oral é aquela que exige muita técnica e preparação. Por quê? Porque durante todo o período da Faculdade, aprendemos a ler, ouvir e escrever. Não nos ensinam a falar em público a transmitir os nossos conhecimentos. Daí,  ocorre o nervosismo, a ansiedade, a gagueira emocional, o vermelhidão e o famoso “branco”.   Estamos diante do maior medo da humanidade: O medo de Falar em Público! Numa pesquisa norte americana esse medo ficou em primeiro lugar, enquanto o medo da morte ficou em sexto lugar! Por essa razão, seguem Algumas Dicas importantes para a ORAL:

  1. Calma, tranquilidade e equilíbrio emocional são 70% para a APROVAÇÃO;
  2. A boa respiração diafragmática para se obter uma voz alternada, firme e clara;
  3. Gestos e Postura naturais;
  4. Uso correto do vernáculo;
  5. Interagir com a Banca Examinadora seguindo uma linha de raciocínio correta;
  6. Respostas completas! – evitando as monossilábicas e os longos “chutes”;
  7. Dominar muito bem as disciplinas do Edital.
  8. Ensaiar e treinar a oralidade persistentemente através de SIMULADOS gravados, assistidos e corrigidos!
O IMCEV – Instituto especialista em Provas Orais, através dos Professores Acácio Garcia e Daniel Piccoli Garcia, ministrará dia 2 e 3 de setembro, um Curso Preparatório à Oral do MP/PR (Promotor de Justiça Substituto), Focando nas dicas citadas. Nas últimas Provas Orais do MP/PR, todos nossos ex-alunos, agora Promotores de Justiça, elogiaram muito o Curso! Sinta-se Convidado a participar ativamente desse treinamento presencial! INSCRIÇÕES: (48) 99914 3689  -  contato@AcacioGarcia.com.br  - www.ProvaOral.com.br Obs.: Caso não seja possível o curso presencial, em razão da distância, atendemos através do SKYPE. Boa Sorte em sua Prova Oral! Acácio Garcia
  • Professor de Prova Oral e de Oratória às carreiras jurídicas
  • Procurador Federal -  Escola Superior da Magistratura de SC
  • Palestrante Motivacional e Terapeuta PNL
  • Especializações em: Neuro Psicologia e Psicopedagogia
  • Autor de 10 livros, entre eles: Como Passar na Prova Oral; 2. Prova Oral – 3.500 Perguntas com respostas fundamentadas; 3. Como Falar em Público com Naturalidade; 4. A Boa Comunicação no dia a dia; 5. Falando em Público com autoestima; Fuja do Estresse e da Depressão! Relaxe com autoestima. 6. Fuja das pessoas negativas! e afaste-se dos fatos negativistas.

veja

PROVA ORAL para Promotor de Justiça de Roraima Curso Preparatório à Prova Oral e Prova de TRIBUNA ao MP/RR  (Promotor de Justiça Substituto) Cada participante passará por 6 (seis) SIMULADOS sobre cada disciplina do Edital. O Objetivo desse Curso é prepará-lo nas seguintes áreas: - Equilíbrio emocional - Oratória, Gestos e Postura, Dicção e Tonalidade da Voz - Um grande repasse jurídico das disciplinas do EDITAL A cada simulado, você receberá um FEEDBACK e a gravação das filmagens. Conforme Edital: A prova oral valerá em seu conjunto 10,00 pontos e versará a respeito das disciplinas: Direito Administrativo Direito Constitucional Direito Civil Direito Processual Civil Direito Penal Direito Processual Penal Direito Tributário Direito da Criança e do Adolescente Direito do Consumidor Direito Eleitoral Direito Ambiental Direito Agrário Direito Empresarial Legislação Extravagante Legislação do Ministério Público Língua Portuguesa Na avaliação da prova oral, serão considerados o domínio do conhecimento jurídico, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo. Será eliminado o candidato que obtiver nota inferior a 6,00 pontos na prova oral ou que não comparecer para a realização da prova. A prova oral terá duração de até  30 minutos, tempo em que o candidato deverá responder as arguições das bancas examinadoras. Cada examinador atribuirá nota na escala de zero a dez. Por ocasião da realização da prova oral, todos os candidatos deverão apresentar-se adequadamente trajados, sendo que os candidatos do sexo masculino deverão apresentar-se obrigatoriamente usando terno e gravata. A nota final na prova oral será o resultado da média aritmética simples das notas atribuídas pelos examinadores. DA PROVA DE TRIBUNA Serão convocados para a prova de tribuna os candidatos não eliminados na prova oral. A prova de tribuna será obrigatória e de caráter classificatório, com objetivo de aferir a capacidade de exposição oral do candidato, será pública e valerá 5,00 pontos. Serão avaliados os seguintes quesitos durante a prova de tribuna: articulação do raciocínio, convencimento da argumentação, poder de síntese, emprego de linguagem técnico jurídica, uso correto do vernáculo, postura e dicção do candidato. A nota de cada examinador será atribuída em uma escala de zero a cinco Organize um Grupo em sua cidade, nós iremos até você. O ideal é o Curso Simulado presencial, aonde você será corrigido, porém, caso não seja possível, ministramos o Curso via Skype. Obs.: Vc receberá os livros dos Professores Acácio e Daniel Piccoli Garcia: "COMO PASSAR NA PROVA ORAL"   e "PROVA ORAL - 3.500 PERGUNTAS À PROVA ORAL". Boa Sorte! Entre em contato conosco! contato@AcacioGarcia.com.br (048) 99914 3689 www.ProvaOral.com.br

veja
  • Curso Preparatório Simulado para Promotor de Justiça do MP/MG em Belo Horizonte...
  • MP/PR – Prova Oral – Curso Preparatório para Promotor de Justiça Substituto...
  • Prova Oral ao MP/RR – Promotor de Justiça Substituto...

Veja todos os artigos >

Newsletter

dicas importantes do acácio!

Seja educado em sua fala, gestos e postura de todo seu corpo. A tonalidade de sua voz diz tudo! Por essa razão é muito bom participar de um curso fi...

VEJA TODAS AS DICAS >